1. A priminha do meu namorado


    Encontro: 16/06/2017, Categorias: Traição / Corno, Autor: darkmann, Fonte: ContoErotico

    Oi gente, quero dividir com vocês ou que aconteceu este final de semana na casa do meu namorado Lucas, sempre fui fiel e nunca imaginei trair ele, mas sábado eu fui cedo pra casa dele, cheguei la estavam ele e uma prima,do interior, de arreganho e não gostei nada, ela viu e quando passou por mim disse: - Você não precisa ficar brava por nos ver brincando assim, antes de vocês ficarem juntos eu aprontei muito com o Lucas, né primo?Ele pigarreou e desconversou me levando pro quarto, eu fiquei puta da minha cara de tanta raiva, e o pior que ele tava de pau duro quando cheguei, mas eu fiquei bem quietinha e logo a mãe dele nos chamou para tomar café da tarde, fomos e quando todos sentamos à mesa, Léo, meu cunhado chegou em casa e ja foi logo se juntando com a família:- e daí cunhadinha cada vez mais linda.- oi Léozinho, cada vez mai gatinho.- são seus olhos.Todos rimos e eu vi a chance que eu queria, enquanto a "prima" falava e todos estavam atentos, eu tirei a minha sandália do pé e estiquei até alcançar o meio das pernas de Léo, ele deu um pulo da cadeira, e quase ninguém viu, ele me olhou e eu sorri pra ele que ficou quieto, eu acariciei o pau dele ate sentir o seu volume, todos foram terminando o café e saindo, a prima perguntou se era muito longe o mercado, e pra minha raiva aumentar Lucas mais que depressa se ofereceu pra levá-la, perguntou se eu queria ir junto eu fale que não, que iria ficar fazendo companhia para o seu irmão no café. Foram, e nitidamente Léo entendeu ... minha atitude: - Ta fazendo tudo isso por causa da Camila? - Não, por causa do teu irmão safado, ele me paga. - E onde eu entro nessa história? - Vamos para teu quarto e já, já tu vai saber.Então ele gritou que estaríamos no quarto dele, ele ia me ensinar uns cálculos de financeiro. - Deus me livre, aquelas contas chatas? Não quero nem chegar perto de vocês dois.Era isso que eu queria ouvir, cheguei no quarto, fechei a porta e ja fui pegando naquele pau duro preso na calça jeans, sem perder tempo, puxei pra fora e cai de boca sugando tudo, ele com rapidez meteu a mão dentro da minha bermudinha e foi logo dedilhando minha bucetinha, rebolei em seus dedos e logo eu tava d quatro em cima da cama pedindo pau. - Cunhadinha, sou tarado por essa bunda gostosa, deixa eu meter nela. - Mete, mas faz isso logo, to explodindo.A sensação de estar fazendo algo proibido e deixava meu tesão ao extremo, ele pincelou na minha bucetinha ensopada e foi enterrando no meu cu, ele tinha um pau gostoso, grosso, me arrombou, mas era muito gostoso, rebolei e muito naquela pica, sentir ele enterrando tudo até o fundo me fazia delirar, me deitou na cama e fez posição frango assado, nossa ver ele entrando em mim era divino, quando eu fui anunciar meu gozo ele disse o mesmo e em segundos eu gozeei gemendo forte agarrada no seu pescoço e ele foi gozando dentro do meu cuzinho ta gostoso que eu quase esqueci que era ele que estava ali, rebolei, gemi, delirei c aquele pau gostoso dentro e mim, depois de gozar ...
«12»