1. Amor Sobrenatural. Ep. 21


    Encontro: 15/06/2017, Categorias: Paixão, Bruxo, vampiro, lobo, Amigos, Revelações, Segredos, ódio, Amor, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Hugo - Isaac, Fonte: CasadosContos

    estou definitivamente fora dessa de amar... Ela: Não parecia... nos últimos dias quando você já se mexia, você o abraçava e dormia sob o peito dele a noite! Eu: Que? Como assim? Ela: Sim! Ele sempre dormiu do seu lado e nos últimos dias quando você já estava quase acordando, você se agitava e ele te abraçava te acalmando e você dormia envolvido nos braços dele. Eu: Nossa! Você não devia ter aceitado isso! Ela: Larga de ser bobo Vicent que todo esse tempo ele cuidou de você! Ele não pediu nada em troca, cuidou de você porque ele te ama! Eu: aaah me poupe com essa de amor! Não acredito mais nisso! Ela: Você acordou muito mudado Vicent! Você parece que tem uma pedra no lugar do seu coração! Está muito frio! Eu: Não tenho culpa as “circunstância” me tornaram assim! Paramos de conversar porque eu sai da sala e voltei para o meu quarto, não queria mais me envolver com mais ninguém, sempre fui relutante quanto a amor e quando amei acabou acontecendo o que aconteceu! Eu estava me fechando para qualquer sentimento que envolvesse relacionamentos. Eu: Se William tiver voltado com essa idéia de me amar! Ele que vá tirando seu cavalinho da chuva e procure outro, eu estou definitivamente fechado para esse tipo de sentimentos! – falei sozinho. Passei o resto da tarde no meu quarto e a noite desci, jantei e voltei para meu quarto, no meio da noite começou a tortura... Comecei a ter pesadelos com meu pai, com Julian... eu tentava acordar, mas não conseguia... Acordei pela manhã, e William me ...
    envolvia em seus braços, eu no susto pulei me separando de seus braços. Eu: O que isso William?! O que esta acontecendo aqui? Valerie: Você se agitou no meio da madrugada, eu tentei de acordar, mas você não acordou... Daí lembrei que quando você estava em coma só o William te acalmava, eu liguei pra ele e ele veio correndo pra cá; logo que ele chegou você repousou em seus braços! – Falou entrando em meu quarto. Eu: Não tinha necessdade! Não precisava...! William: Cara eu só quis ajudar, sinto muito se não gostou... Eu: ok William! Muito obrigado pela sua atenção, não sou mais criança! Por favor me deixem só! Ele: Tudo bem... – Ele me olhava com os olhos marejados e saiu do quarto. Valerie: cara você está muito estranho! O garoto só quis ajudar! Veio no meio da madrugada só pra te estar ao teu lado e você o trata assim? Francamente Vicent você se arrependerá quando descobrir quem é o William! Vicent: ué! Eu já agradeci a ele! Já não basta?! Valerie por favor me deixe só estou muito cansado... Ela: tudo bem! Quando der suas crises se acalme sozinho! Ela saiu batendo a porta e nós mal nos falávamos durantes os dias que se passaram, voltei para a empresa e continuei a tratar o William friamente, não queria tratar ele daquela forma, mas eu não podia alimentar aquele sentimento que ele tinha. Valerie tinha assumido o lugar de Julian na empresa, já havia se passado quase dois meses do ocorrido e desde então não tivemos mais noticias dele, ouvi um boato de que ele havia voltado para ...