1. Achei que corneava, fui triplamemte corneado 2


    Encontro: 14/06/2017, Categorias: Incesto, Autor: vitor17rs, Fonte: ContoErotico

    Olá sou Vítor e vou continuar a segunda parte do terceiro conto meu aqui,relatando a história da minha vida, onde o foco principal é minha enteada.Sugiro que leiam os dois primeiros pra que possam entender melhor. Depois de avisar a vadia da minha esposa Flavia, eu parti rumo a cidade da mjnha enteada Lavinia e sua amiga Rafaela. No caminho Liguei pra minha enteada, que atendeu já me dizendo:Oi Vítor, saudade meu lindo.Eu:oi minha delicinha, adivinha pra onde eu tô indo?Ela: ebaaaaaaaaa, ta vindo aqui claro, paizinho lindo! eu saio do estágio as 18 hrs, mais prometo não atrasar, vou ligar pra Rafa, ela tá na casa e te faz companhia, e peço também pra ela por umas cervejas pra gelar, bjsssss até mais.Ela desligou, e eu fiquei de pau duro na hora, por estar falando com ela, e saber que iria mais uma vez avançar um sinal, mais um degrau em busca daquele corpinho lindo, que antes eu respeitava, mais agora já via com outros olhos.E também pelo fato de saber que rafa estaria sozinha, aí já viu né. E não deu outra, cheguei 13 hrs ainda e fui recebido por Rafa, que ao abrir a porta, me fez deparar com seu corpo nu, nuzinho mesmo.A putinha falou:Oi tio, que saudades, quando a Lavinia me ligou que vc estava vindo, pensei em mil maneiras de te recepcionar, achei está a útil!Eu: sorte sua que vim sozinho, sua loucaaa.E aí abracei ela forte, apertando seu corpo todo, e já fui metendo 3 dedos pra dentro daquela chana arrombadinha,o tesão foi a mil, ela gemia alto, fechamos a porta e nos ... jogamos no carpe da sala, e ali mesmo começamos a nos chupar, mamei naqueles peitos gostosos enquanto ela ia tirando meu pau pra fora, e dizendo que não parava de pensar no dia em que arrombei ela com minha pica grossa,a bucetona dela nessas alturas já estava babando, resolvi não judiar nem de mim e nem dela, nem deixei ela chupar e já fui botando o pau todinho na chana dela, bombei gostoso durante uns 25 minutos, gozamos duas vezes cada, não tirei de dentro hora nenhuma, a beijei muito durante as estocadas, mordiscava sua orelha e via ela ir a loucura a cada bombada mais funda, sentindo a rola arromba-lá ainda mais.Fiquei dentro dela até o pau amolecer por inteiro e senti ao mesmo tempo a porra que ia escorrendo da buceta dela, caindo e sujando o carpe.Sai de cima, sentindo que tinha me aliviado, como se fosse um desafogo esse papai e mamãe intenso que tivemos, que jamais imaginei ter com outra mulher que não a Flávia.A safada quebrou o clima quando levou a boca no carpe e lambeu toda porra que estava no chão, aí já peguei nos cabelos dela e voltei à trata-lá como putinha, fudi seu cuzinho um pouco e dei outra gozada, desta vez na sua cara de safada. Chamei ela pra tomar um banho comigo,ficamos sossegados debaixo do chuveiro,nos tocamos muito, dedilhei ela muito e chupei bastante seus peitos e buceta, nada além disso e beijos.Antes que minha enteada chegasse, trocamos altas idéias e eu não só me abri com ela a respeito da minha esposa, como mostrei trechos do vídeo, já que ...
«1234»