1. Síndrome de Estocolmo I


    Encontro: 14/06/2017, Categorias: Heterossexual, Submissão, Dominação, Estupro, Fetiches, Oral, Infidelidade, Traição / Corno, Autor: jornalista77, Fonte: CasadosContos

    Sarah estava na cozinha, ajudando Jéssica a fazer o jantar. Jacó brincava perto delas e as duas conversavam sobre o acordo que Sarah havia firmado com Spider. – Ainda não acredito que a irmã concordou com esse absurdo. O que o irmão Davi vai pensar? – perguntou Jéssica. – Vai pensar que eu não tive escolha. Fiz isso para acalmá-lo - respondeu. - Mas, irmã. Ele vai querer fazer amor com a senhora - disse Jéssica, abaixando o tom de voz para Jacó não ouvir. – Eu sei. É só fechar os olhos e rezar pra acabar logo. Como eu faço com o Davi. E ele dorme logo depois - falou Sarah. Jéssica não disse mais nada, porém ainda não conseguia aceitar aquele acordo. Tinha medo pela patroa. Spider entrou na cozinha, fazendo o barulho de sempre. - Posso saber o que vocês duas tanto cochicham? – perguntou. – Nada que lhe interesse - respondeu Jéssica. Spider puxou os cabelos dela com força pra trás, provocando um grito na garota. - Minha paciência com você tá por um fio. Depois da burrada de hoje à tarde, você merecia um balaço na cara. Só não dei porque minha irmãzinha pediu. Mas, não me provoca - ameaçou. Sarah interveio e pediu calma a ele. Ralhou com Jéssica e mandou que ela pedisse desculpas. Ela pediu com relutância. Spider a soltou e lhe deu um tapa na cara. Em seguida, pegou Jacó no colo. – O que você vai fazer? – perguntou Sarah. – Vou levá-lo pra sala enquanto vocês terminam esse jantar - respondeu, saindo com ele. - Você precisa parar de provocá-lo. Ele te machucou? – perguntou ... Sarah, acariciando o rosto dela. - Não, irmã. É que eu tenho nojo quando ele chega perto de mim - respondeu. Terminaram o jantar e Sarah foi à sala, chamá-lo. Não o viu nem seu filho. Chamou por Jacó, gritou seu nome e começou a procurá-lo. Quando passava perto do sofá, Jacó pulou e deu um grito, dando um baita susto na mãe. O menino estava escondido com Spider, rindo e brincando. – Você quase me matou de susto, filho - disse ela, pondo a mão no coração. - Foi ideia do tio Spider - falou Jacó. Foram jantar e depois Sarah levou o filho pra cama. Spider foi à cozinha e ficou parado na porta, olhando para Jéssica e passando um pano em sua pistola. A garota fingia que não via, mas tremia de medo dos olhos dele. – O que está acontecendo aqui? – perguntou Sarah, voltando do quarto. – Nada, irmãzinha. Só estava esperando você voltar - respondeu, guardando a arma na cintura. Passou o braço pela cintura dela, a puxou pra perto dele e lhe deu beijo rápido nos lábio. – Vamos pro nosso quarto? Você, menina. Leva tuas coisas pro quarto de hóspedes. Não quero você dormindo fora de casa. Entendeu? – perguntou. Jéssica respondeu que a sim. Spider e Sarah foram para o quarto. – Vai lá encher a banheira pro teu Spider, vai - disse. Sarah obedeceu e ele a seguiu logo após. Entrou no banheiro pelado. Sarah se assustou mais uma vez e se virou de costas. Ele a abraçou por trás e envolveu seus seios com as mãos. - Você ainda vai se acostumar em me ver sem roupa. Eu prometo. Que peitos gostosos - ...
«1234...»