1. Enteada e eu, surgindo um sentimento diferente.


    Encontro: 14/06/2017, Categorias: Incesto, Autor: vitor17rs, Fonte: ContoErotico

    Olá sou Vitor, 39 anos negro forte e corpo atlético devido a muito exercício físico e prática de esportes.Há alguns anos vivo junto com Flávia uma loura de 36 anos 1,70 e com um corpo escultural de dar inveja em qualquer mulher por aí,seios de médios pra grandes, uma bunda média, pernas bem torneadas e malhadas, lábios sensuais e uma tremenda duma bucetinha gostosa, com lábios avantajados, um mulherão que tem um fogo danado. Flávia foi mãe muito jovem e não demorou a separar, logo em seguida nos conhecemos e ficamos juntos até hoje.Do primeiro casamento Flávia teve uma menina chamada Lavinia, que hoje tem 19 anos. Sempre tive uma ótima convivência com Lavinia que sempre me respeitou como se fosse seu pai, e eu da mesma forma sempre à tratei muito bem como uma filha.Com o passar dos anos ela foi se tornando uma mulher gostosa igual a mãe embora tenha feito 19 anos recentemente, mas eu nunca tive segundas intenções até ela ser maior de idade. O problema é que sempre tivemos intimidade em casa, eu,ela e minha mulher, levando uma vida desinibida uns com os outros. Várias vezes Lavinia sentava em meu colo, com shortinhos curtíssimos, top que mal cobria os seios, que por sinal são volumosos e apetitosos. Ano passado ela terminou o segundo grau e passou no vestibular no curso de engenharia mecatronica, foi ao delírio, pois sempre foi inteligente, mais passar em primeiro lugar foi o ápice, o problema é que a universidade ficava numa cidade maior e há 60 km da cidade em que ... moramos.Lavinia nunca foi tão independente apesar da liberdade que sempre teve, desta forma eu e Flávia decidimos naquela ocasião que alugariamos uma casa pra ela nesta cidade que ela passou no vestiba. No início foi complicado pra todos, pois toda semana um de nós viajávamos pra passar o fim de semana com Lavinia, afim de estarmos por perto, as vezes íamos os dois, mais não era sempre que dava certo, ela foi criando mais liberdade e malícia pelo fato de conviver no meio universitário e embora nunca tenha sido muito de namorar na adolescência,quando começou a faculdade começou a se soltar mais, ir em festas, sempre muito responsável e focada, mais um pouco diferente da Lavinia que estávamos acostumados a conviver. Tudo mudou entre a gente quando num belo dia chuvoso, eu e Flávia conseguimos folgar no mesmo dia, e aproveitando o fato de estarmos sozinhos em plena segunda feira em casa, deixamos o clima esquentar ali mesmo na sala, já que não esperávamos por ninguém. Flávia mas que depressa ajoelhou no chão e tirou minha rola pra fora e começou a mamar de maneira frenética, engolia a vara todinha e voltava lambendo e mordiscando toda a extensão do meu cacete preto, que por sinal é grosso e com 19 cm. Ela mamou por uns 10 minutos, até quando eu anunciei que encheria a cara dela de porra,ela então acelerou o ritmo da mamada, pois adora um leitinho quentinho e quando eu comecei a despechar a gozada na cara de Flávia, eis que surge abrindo a porta da sala minha enteada Lavinia e sua amiga ...
«123»