1. Os 5 Marcelos


    Encontro: 14/06/2017, Categorias: Fetiches, Autor: Raquel W., Fonte: ContoEroticoComBr

    1. The first Faltava pouco para meu aniversário de 40 anos e cheguei a conclusão que precisava aproveitar mais a vida, conhecer novos homens, realizar minhas fantasias… Estava na internet e vi um anúncio de um site de encontros sexuais e no impulso, me inscrevi. Logo chegaram várias mensagens e uma me chamou mais atenção. Respondi e começamos a trocar mensagens pelo site. Logo passamos para o telefone e ele queria me conhecer o quanto antes. Marcamos num café, no dia seguinte, as 8:00 da manhã. A ideia era tomar um café de fato e passar do virtual para o real. Então veríamos o que ia acontecer. Quando cheguei ele já estava lá, de terno e gravata, cabelo lambido de gel (dispensável) e com um lindo sorriso no rosto… Muito mais bonito ao vivo do que na foto! Não foi propaganda enganosa. Conversamos e eu já queria provar daquela boca, daquelas mãos grandes que observava enquanto ele levava a xícara até os lábios. Acabamos o café e ele sugeriu de conversarmos melhor no carro no estacionamento em frente. Logo me beijou, de uma maneira voraz e urgente. Colocou as mãos entre minhas pernas, me deixando cada vez mais excitada… Fiz o mesmo e o que achei parecia delicioso. Era hora de ir pro motel, o mais rápido possível… Assim começou a história com Marcelo, the first. 2. O gaúcho Não sabemos como nos conhecemos, mas nossa comunicação foi via Skype, apenas por mensagem. Ele me conquistou pelas preferências sexuais. Dizia que nao tinha frescura, que adorava lamber um cú e agora eu ... precisava ver se aquilo tudo era real, se a química iria dar certo. Enquanto esperava no café da livraria reli as mensagens que trocamos, o que me deixou mais excitada. Ele chegou, tímido, de poucas palavras. Fiquei na dúvida se ficava ou não. Um dia alguém me disse que quando se tem dúvida, deve-se beijar. Se for bom: continua. Se for ruim: tchau. E então na hora de ir embora nos beijamos no carro e foi muito bom. Então conclui que valeria a pena ir a diante e assim fomos pro motel. Como diz todo gaúcho: Bah, tri bom…. uma barbaridade de bom. A vantagem de se ter vários amantes com o mesmo nome é que não se erra..No meu caso, era um de cada cidade. Ficava mais fácil ainda. 3. Grande SP Estava numa casa de swing aguardando meu parceiro que estava se divertindo em algum cubículo do lugar. Um casal sentou ao meu lado, puxou conversa. A mulher sem peito olhou para os meus fartos e quase saindo da regata decotada. Elogiou, pediu para tocar, deixei. Os dois mexendo, cada um num peito. E então nós acabamos num cubículo. Ela mamava meus seios e pedia pro marido me chupar. Era um tesão fdp. Pedi pra ele me comer e ele não tinha camisinha! Não trouxe pois achava que não comeria ninguém. Como que um homem vai numa casa de swing sem camisinha? 4. O Paulista Combinamos de nos encontrar no metro para irmos à uma exposição de arte, depois almoçar e outras cositas mais. Ele já me esperava, com um livro na mão, fazendo charme de intelectual. Papo fluiu legal, a vontade dos próximos passos era ...
«12»