1. O Hóspede


    Encontro: 13/06/2017, Categorias: Com Fotos, Fantasias, Autor: tradebmf, Fonte: ContoEroticoComBr

    tão excitado, ela olhou pra mim, com olhar de quem estava se vingando da brincadeira da calcinha no banheiro e eu achei aquilo tudo o máximo, estava superexcitado. Pedi a ela que pegasse vinho na geladeira, ela levantou vagarosamente abrindo bem as pernas, aquilo deve ter dado um tesão enorme nela também, ao levantar da cadeira, sua camiseta subiu e sua bunda nua ficou temporariamente exposta, ela baixou vagarosamente enquanto andava rebolando até a geladeira. Aproveitei a situação e perguntei o que ele achava da bunda dela, inventei que ela estava pensando em fazer uma plástica, ele bastante ofegante disse que achava bonita, em seguida ela voltou com o vinho, se aproximou de mim, eu a abracei e disse: – nosso amigo acha sua bunda bonita, que não precisa de plástica, ela olhou pra mim, meio sem graça, então virei ela de costas para o meu amigo, levantei sua camiseta mostrando aquela bunda enorme, somente com um fio dental preto a dividindo e ele disse: – é bonita mesmo. Ela baixou a camiseta e disse: – pra continuar assim alguém tem que massagear ela com creme….. – eu disse que claro, que tanto eu como meu amigo iriamos contribuir para manter essa bunda perfeita, sem precisar de plástica. Ela foi ao quarto pegar um creme e fomos todos pra sala, ela dirigiu-se ao sofá e de deitou-se de bruços, usando a camiseta para cobrir bunda, como se isso fosse possível. Meu amigo sentou no sofá ao lado, observando tudo, enquanto tomava seu vinho. Pedi a ela que tirasse a camiseta, pois ...
    iria aproveitar para massagear as costas também. Ela levantou e sentou-se no sofá, tirou lentamente a camiseta exibindo os seios médios, que estavam com os bicos duros, como se fossem explodir pra fora. Lentamente voltou a deitar-se projetando para cima aquela bunda maravilhosa, com o fio denta sumindo entre as nádegas, a minúscula calcinha que só encobria parte dos lábios da buceta, deixava a bunda toda exposta. Deitou-se no sofá, ocultando parcialmente os seios, meu amigo olhava tudo aquilo, respondia algumas perguntas de forma ofegante e observava, peguei o creme e iniciei pelas costas a massagem, descendo até a sua bunda, afastava a calcinha e passava os dedos pelas bordas do cuzinho e pelos lábios da xaninha e voltava, hora para as pernas, hora para as costas, ela procurava ficar imóvel, mas conforme o ponto que tocava ficava ouriçada. O olhei para o meu amigo e disse: – observa pra você vai continuar, pois vou pegar vinho na cozinha, ele observou, abri as pernas dela para massagear o interior das coxas, ela estava muito quente, chamei meu amigo e disse, ela gosta de bastante massagem na bunda, ele sem graça mas extremamente excitado, pelo volume do seu calção, continuou a massagear sua bunda, entre as coxas, e na passada enroscava a mão na sua xaninha, ele percebeu que estava quente, quanto mais se aproximava mais ela se contorcia, ele não resistiu e meteu a mão inteira nos lábios, como se Fizesse uma conchinha com a mão envolveu toda aquela buceta, ela gemeu, mas disse: ...