1. Minha esposa chupando o pau do meu irmão


    Encontro: 12/06/2017, Categorias: Fantasias, Autor: casalmaduromenage, Fonte: ContoErotico

    Como eu disse nos 5 relatos anteriores, todas as nossas aventuras são verdadeiras, muitas delas registradas em vídeos e fotos.No último relato descrevi a primeira vez que ela se exibiu para o meu irmão, mas ainda restrito aos peitinhos e a bundinha com uma calcinha enfiada.Nossas reuniões em 3 casais passaram a ficar cada vez mais ousadas e assanhadas. As mulheres se exibiam sem nenhum pudor e passamos até transar nos quartos, fazendo barulho para os outros ouvirem.Acho que todos queriam evoluir para algo mais íntimo e uma noite combinamos de ir todos juntos para um motel e transar no mesmo quarto. Alugamos 3 mas ficamos em um só, completo. Tomamos umas cervejas, mas o clima não esquentou muito não.Cada um transou com sua esposa, na mesma cama, mas ninguém se tocou ou se olhou. A Marcia ficou super envergonhada no início, mas depois relaxou e gozou bastante.Fui o primeiro a acordar e notar todo mundo ainda sem roupas. Meu irmão dormia ao meu lado esquerdo e a Marcia ao meu lado direito. Ele estava de barriga para cima e com o pau duro da manhã, como é normal, aliás eu também estava.Virei para o lado da minha mulher, que estava coberta, mas peladinha por baixo. Tirei a coberta de cima dela e encostei meu pau em sua bunda. Acordou na hora e virou para o meu lado, colocando a cabeça sobre o meu peito, sem se importar que estava nua.Viu o pau do meu irmão apontando para o teto e perguntou se ele ainda estava com tesão. Eu disse que isso era tesão de mijo e ela ficou ... admirando-o. Perguntei se ela não gostaria de chupar um pau diferente do meu, assim como aquele, que é mais grosso e menos cabeçudo que o meu. Ela disse que eu estava louco, mas continuou olhando para o pau dele e alisando o meu. Ficou tanto tempo alisando que eu gozei e ela também, na minha mão.Todos acordaram e continuaram nus, como se fossem íntimos há muito tempo. Tomamos banho e foi cada um para sua casa. Nunca mais rolou uma experiência com os 6 juntos.Em compensação, a Marcia ficou cada vez mais assanhada pelo meu irmão e eu percebi isso, porque ela sempre dava um jeito de se insinuar ou se exibir para ele.Numa noite, estávamos os 6 no mesmo carro, meu irmão dirigia, a esposa dele ao seu lado e mais a nossa prima no bando da frente. Atrás estávamos eu, a Marcia e o meu primo.Estávamos todos passando a mão uns nos outros, porque voltávamos da balada meio caneados. A Marcia passou a mão no pau do meu irmão algumas vezes e numa delas ele segurou. Eu vi porque estava abraçado com ela. Pensei que ela fosse forçar para tirar a mão, mas deixou sobre o pau dele e acho que ficou sentindo ele duro.Em uma outra oportunidade eu a Marcia havíamos ido buscar as cópias de algumas fotos que tiramos, pelados ou transando e passamos no escritório do meu irmão, antes de sairmos em 6 para a balada.Como o envelope estava nas minhas mãos, meu irmão perguntou o que era. Eu afirmei que se tratava das nossas fotos eróticas. Ele quis ver e a minha esposa concordou, desde que ela pudesse escolher quais ...
«123»