1. Dei pro taxista velho


    Encontro: 11/06/2017, Categorias: Teens, Autor: morenasafada21, Fonte: ContoEroticoComBr

    Bom, meu nome é Luana e eu sou morena, alta, magra, tenho seios fartos e sempre morri de tesão por homens mais velhos. Eu tinha 19 anos na época, estava voltando pra casa de um bar, e estava um pouco bêbada (normalmente, fico cheia de tesão). Já era quase 4h da manhã. Olhei o taxista e vi um homem gordo, meio suado, cabelo grisalho e uma barba por fazer. Ele não era bonito e nem atraente, mas mesmo assim fiquei com vontade de seduzi-lo. Sentei no banco de trás e comecei a abrir os botões da minha blusa. Não sabia se ele estava vendo pelo retrovisor, mas mesmo assim comecei a acariciar meus seios enquanto gemia baixinho. Ao pouco fui ficando encharcada e, como estava de saia, passei o dedo pela minha bocetinha e enfiei na minha boca. Nesse momento vi que seus olhos me focavam pelo espelho do carro. Ele estava me vendo, mas não disse nenhuma palavra. Chegando perto de casa, pedi pra ele parar o carro e lhe estendi o dinheiro para pagar a corrida. Quando ele me deu o troco, eu, que estava de blusa aberta, peguei sua mão e coloquei nos meus peitos ... durinhos pelo tesão. Nesse momento, aquele velho apertou forte meu peito e eu dei uma gemida alta. O carro estava encostado em uma rua vazia (principalmente pelo horário) e ele me chamou pra sentar no banco da frente, e quando sentei ele foi enfiando aquele dedo grosso e meio sujo dentro da minha boceta molhadinha e depiladinha. Ao ver que eu estava com a calcinha toda enchardada, ele tirou o pau pra fora, e não era muito grande, mas era bem grosso e me deu mais tesão ainda. Levantei minha saia e virei de quatro, apoiando-me na janela, e ele, meio sem jeito, botou o pau dentro de mim e enfiou fundo, me fez gritar, e torou com força muitas vezes. Puxou meu cabelo e me chamou de novinha safada, me deu um tapa tão forte na bunda que me deu ainda mais tesão. “Velho gostoso” – Gritei “Me come com vontade” e ele meteu até gozar, e gozou nas minhas costas inteiras… Que delícia. Engraçado foi ele achar que ia ter meu telefone pra gente se encontrar outro dia… Na verdade eu estava só realizando uma fantasia muito louca. E bem boa… Ainda quero outro velho desses!
«1»