1. Brincadeiras


    Encontro: 11/06/2017, Categorias: Teens, Autor: theslender, Fonte: ContoEroticoComBr

    Mais uma noite vai chegando ao fim, aqueles com quem converso começam a se despedir, até em que eu me vejo sozinho e sem sono em plena madrugada, a única coisa que ainda me mantém aquecido é a lembrança das minhas aventuras com minha prima, em que brincavamos de pique esconde e sempre acabavamos nos escondendo debaixo da mesma cama escura e que por algumas vezes acabamos nos tocando por ‘acidente’, mal entendia eu porque eu ficava com calor, ficava com o pênis ereto, mas instintivamente sabia que devia continuar tocando-a. Com o tempo isso não era mais o bastante, a cada dia inventavamos mais jogos para que eu pudesse ficar por cima dela e apenas me esfregar, até que eu sentia um líquido sair de meu corpo, e então eu sabia que tinha feito certo. Um dia nos encontramos em casa a sós, ela tinha ido tomar banho, eu estava jogando vídeo game, quando percebi isso fui até o banheiro e bati na porta, disse que estava precisando urinar urgentemente, ela abriu e voltou para o box, eu fiz xixi, lavei as mãos, e disse que tinha mijado em mim sem querer,perguntei se eu podia usar o chuveiro rapidamente, ela disse que poderia, mas que não podia olhar pra ela, falei que ela não precisava se preocupar e mandei ela virar pro outro lado. Tirei minhas roupas, entrei no box e ela está lá, pelada, de costas, então eu disse que ia ser rápido, pedi pra ela me passar o sabonete, ela me deu, passei um pouco em meu corpo e fui colocar ele no suporte que ficava em frente dela, cheguei um pouco perto, ... respirei em seu pescoço, e ela soltou um grande suspiro, então cheguei mais perto e encostei nela já com o pênis endurecido, a abracei e deixei ele encostado em sua bunda enquanto sentíamos a água do chuveiro cair sobre nós, comecei a baixar seu pescoço, e então ela esticou o braço e apertou meu pênis, como se quisesse sentir todo o puder que ele tinha. Virei ela enquanto a baixava e meu corpo já queimava de prazer, o beijo estava mais intenso e fui percorrendo todo o seu corpo, olhei pra sua vagina com poucos pelos e comecei a beijar lá, o êxtase naquele momento foi surpreende, não sabia que podia causar tudo aquilo, ela estava se contorcendo e pedia pra não parar, enlouqueci com tudo aquilo e já estava mais ereto do que nunca, levantei e então comecei a colocar dentro dela, foi assustadoramente surpreendente, o jeito que ela gritava, nossa, mal acreditava que eu estava fazendo aquilo, comecei a fazer movimentos mais rápidos e mais rápidos, e ela gritava mais alto, até que eu soube que não ia conseguir mais, então parei, dessa vez saiu muito mais líquido do que quando só nos tocavamos, respiravamos ofegantes, e então ouvimos uma batida na porta, era a sua mãe reclamando sobre a duração do banho de sua filha, fiquei com medo dela ter ouvido algo, ela saiu do chuveiro, se vestiu e disse pra mim trancar a porta e sair cinco minutos depois. Não me esqueço jamais disso, a você eu agradeço por essa longa vida cheia de prazeres que nunca levantou suspeitas a ninguém. Se você gostou ...
«12»