1. O início de tudo


    Encontro: 10/06/2017, Categorias: Traição / Corno, Autor: carlosebrunazs, Fonte: ContoErotico

    Me chamo Carlos, tenho 30 anos, e sempre fui tarado. Tão tarado que a ideia de imaginar um cara comendo minha mulher acabou aflorando. Ainda por que, comi uma coroa junto de 4 amigos, e também por que talvez a experiência que eu mais tenha conseguido extrair prazer foi quando uma ex-namorada me traiu. Contrária a todas as expectativas, a coragem dela em me contar que dormira com um amigo da faculdade um dia que sumiu, me fez catalizar qualquer ciúmes transformando em tesão. Minha ex se auto condenou e não quis mais saber de mim, mesmo eu tendo concordado com a ideia de ela ser livre para se relacionar com quem quisesse.No entanto, alguns anos depois ainda com aquele fetiche enorme em ser corno louco para ser realizado, conheci minha atual namorada, e ao longo de nossas conversas, descobri que ela teve um relacionamento com um rapaz que curtia ver ela dando pra outro, ficava orientando a foda como um voyeur. Tudo clareou naquele momento, e a partir daí passamos a fantasiar sobre o assunto, e a coisa foi apimentando.Bruna é uma gordelícia muito safada. Ela é loura dos cabelos channel, 1,66m, 80kg, um rabo descomunal e uma cinturinha deliciosamente delineada, além do apetite por rola que ela tem. Sou um cara que vou muito bem na cama, mas sempre soube que ela era capaz de aguentar mais de uma rola fazendo ela trabalhar. É realmente uma mulher de apetite sexual acentuado.Certo dia, eu recebo uma ... mensagem dela no Whatsapp onde ela diz ter arranjado tudo. Fez contato com um antigo amor de pica, e combinou com o cara de ele ir no apartamento dela foder ela enquanto eu trabalhava durante horas extras no expediente do trabalho. A atitude dela em tomar a frente de marcar a foda me deixou louco de tesão, meu pau explodia dentro da calça a ponto de ter que me aliviar batendo uma punheta no banheiro do trabalho. Não havia mais volta, minha mulher ia ser possuída por outro enquanto eu estivesse trabalhando. Ao longo do dia ela me narrou as conversas picantes no whatsapp, até o momento em que foi buscá-lo no metrô. Houve um silêncio que incomodava no whatsapp dela durante 1:30h, até que recebi a mensagem dela dizendo que o rapaz tinha ido embora.Ao chegar em casa, por volta das 21:30h, encontrei ela deitadinha na cama, cansada mas com um brilho nos olhos, o sorriso um pouco tímido, me olhava nos olhos.Abracei ela e perguntei se ela tinha gostado. E é claro que ela gostou, tanto que deixou ele gozar dentro dela como eu havia pedido pois sabia que eles se conheciam há tempos, além de ter esguichado como louca, pois a cama estava ensopada. Chupei a buceta dela cheirando a pica e um pouco ainda cheia de porra, pois ela disse que muito havia escorrido quando levantou para pegar o celular e me mandar mensagem. Foi maravilhoso. Desde então fizemos algumas outras safadezas.Segue abaixo fotos da minha gordelícia.
«1»