1. O que uma Aluna faz pra conseguir as Provas (Conto de Estudante com Vídeo)


    Encontro: 09/06/2017, Categorias: Pagamento pela Prova, estudante, Anal, Heterossexual, Autor: Espoleta (Secret Island), Fonte: CasadosContos

    Olá meus queridos, . Meu apelido é Espoleta pois sempre fui muito arteira nos tempos de escola. Vou contar agora o que me aconteceu quando eu estava no último ano do 2.grau, e já com 18 anos. Minhas notas durante aquele último semestre estavam uma tristeza, e pra completar o 2.grau eu teria que tirar notas altíssimas nas últimas provas. Meu pai chegou até a me prometer uma viagem pra Disneyworld se eu passasse, e esse sempre foi o meu sonho. . Por mais que estudasse, não me sentia tranquila pra fazer as provas finais, então resolvi optar por uma segunda solução além de estudar. Descobri que o rapaz do xerox tirava cópia das provas a serem ministradas pelos professores, e que ele já tinha tirado xerox das últimas e guardado uma cópia de cada uma com ele. . Fui lá na Xerox conversar com ele, mas ele disse que nunca faria isso, de entregar uma prova secreta para um aluno, pois poderia perder o emprego. Perguntei a ele qual o maior sonho e fantasia dele. Ele então disse o que eu esperava, isto é que ele babava com as alunas bonitinhas que passavam pela Xerox e nem davam bola pra ele, e que eu era uma delas, e que ele sonhava na cama que estava comendo todas nós. Eu também. Pronto, estava alí minha salvação. . - Rogério.. - Diga Espoleta - Se eu desse uma coisa pra você, você me daria as provas ? - Desse o que ? A bucetinha ? - A bucetinha não posso porque ainda sou viuge, mas posso fazer um boquetinho como faço no meu namoradinho. Serve ? - Por um boquete não me arrisco não. - E ... por um cuzinho ? - Aí é outra conversa. Daria mesmo ? - Aham - Mas só entrego a prova depois de comer o teu cu, tá ? - Combinado, vamos lá pro almoxarifado que não tem ninguém lá. . Me sentei numa mesinha e ele já veio tirando o cacetinho pra fora e me oferecendo pra mamar. Paguei o boquete com gosto, só pelo prazer de vê-lo ganir de prazer. Aí ele sem me avisar foi arriando minha calcinha fio dental, me deu 2 tapas bem dados na minha bunda que fizeram minha xoxota piscar como se tivesse levado um choquinho e então foi me enfiando um dedo no cu cheio de saliva. Quando o dedo já tava fundo lá dentro, ele disse: . - Agora quero o cu ! - Mas jáaaa ? Tão rápido assim ? - É, agora, senão eu gozo na tua boca e não vai valer a entrega das provas. - Então vamo lá.. De que jeito quer ? - De quatro e com as calcinhas arriadas só até ao meio das coxas. . Senti ele encapar o pirulito e encostar a chapeleta no olho do meu cuzinho. Pensei. Tô fudida. Vou perder umas preguinhas em segundos e tudo isso só pra ganhar umas provas. Ah se meu namoradinho descobre... Tadinho do corninho. Com que cara vou olhar pra ele hoje quando vier me buscar ? Nisso o rapaz forçou o meu músculo anal e fez um 'flopt'. Senti a piroca mergulhar dentro do meu ânus, mas ele parou um pouquinho pra me acostumar o cu. Então sem que nós dois fizessemos nada, meu cu começou a sugar o pau dele pra dentro. Entrou tudinho no meu rabo e ficou uma delícia. . Ele então me carregou para um sofá e me debruçou sobre ele com as ...
«12»