1. O Gato Apaixonante Cap.6


    Encontro: 07/06/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Amor, homem, garotos, Voz, Conversa, Declaração, História, Risada, Beijo, Romance, fofo, Autor: Gustavinho, Fonte: CasadosContos

    Cap.6 Sim, ele abriu a boca. Pela primeira vez ouvi a sua voz. Doce, macia, lisa, era uma voz tão diferente e ao mesmo tempo tão familiar. Me fez sorrir. -Você falou o meu nome ? Você falou mesmo ? Oh meu Deus... - o abraçei. Fiquei hiper feliz, por ele ter falado comigo. Como queria ouvir aquela voz. -Porquê você fez isso Miguel ? - foi o que ouvi em seguida, após ele falar o meu nome. O soltei, fiquei pensando... -Eu não sei. Me deu vontade, e então eu fiz... - ele sorriu. -Você não gosta de mulher ? -Gosto. Mas sei lá... Você me deixou confuso... E eu não sei porquê... - falei, beijando ele novamente. E mais uma vez ele retribuiu, me beijando. SEGUNDOS DEPOIS Olhavamos nos olhos um do outro, sem saber o que dizer. -E você, porquê falou só agora e me deixou cheio de dúvidas durante todo esse tempo ? - ele sorriu, olhou para o chão -Porquê eu queria me sentir seguro... - falou, olhando para mim- eu sou um adolescente Miguel. Um adolescente indefeso, e da forma que eu estava, você poderia fazer milhares de coisas comigo. Eu só queria me sentir seguro... - deslizei minha mão em seu rosto, a pele dele era tão macia, nem parecia um adolescente. -E qual é o seu verdadeiro nome ? - ele suspirou naquele momento. -Pedro – falou, olhando para mim – você acertou o meu nome. Parecia que nossas mentes estavam conectadas, você acertou o meu nome... -E sua família ? Você já está na minha casa há muito tempo, porquê não quis avisa-los ? -Eu não tenho família. Perdi minha família naquele ... dia que você me achou na escada. -Como assim ? FLASHBACK Ele começou a me contar uma história ligeiramente longa e dolorosa. Ele era um garoto feliz, tranquilo, amigo de todos, romântico e sonhador. Apesar de não ter muito dinheiro, ele tinha dentro de si todas essas características. “NARRADO POR PEDRO Terminava o meu ensino médio. Depois de toda a luta, aquelas brigas e diversas frustrações, eu terminei meu ensino médio. -Não devemos parar de nos ver – dizia, a um amigo meu. -Claro que não... Mas, Pedro, antes de nós irmos embora, queria te contar uma coisa. -O quê ? -Eu... Eu gosto muito de você... -Eu sei que gosta, eu também gosto de você... -Não. Estou falando que... Gosto de você como namorado....” Ele disse para mim que não pensava muito em namoros naquela época, até porquê tinha dúvidas quanto a sexualidade. Mas que não teve mais, depois que o garoto se assumiu pra ele. Eles namoraram, ele perdeu a virgindade com esse garoto. Mas ele me dizia que nunca conseguiu se apaixonar por ele de verdade, que fez tudo aquilo apenas por curiosidade, para saber como era namorar. Parecia que faltava alguma coisa.Até que certo dia eles foram descobertos. “NARRADO POR PEDRO Estava no meio das pernas dele, recebendo o seu abraço, enquanto jogava videogame. -Eu já disse que vou ganhar de você... -Ah, não vai não ! - continuava jogando, até que o jogo acabou. Ele ganhou – mas que merda, eu nunca ganho. -Eu sou expert nisso bobinho – falou, me dando um beijo. Naquele momento,a porta do meu ...
«12»