1. Saíndo Montada pela 1ª vez


    Encontro: 06/06/2017, Categorias: feminização, Travestis, Crossdress, Autor: Fabiana, Fonte: CasadosContos

    Olá, hoje não vou deixar um conto erótico mas sim um desabafo... Como falei no meu conto anterior, desde adolescente que me sinto melhor vestindo roupas femininas, sentindo-me mulher, do que utilizando as minhas roupas do dia a dia, masculinas. Ao longo dos anos tenho reprimido este sentimento, por culpa do que é socialmente correcto e aceita, mas nos últimos tempos, e após 15 anos a reprimir, a vontade de me sentir mulher voltou. Comecei por comprar roupinhas para mim, calçado, foi uma excitação tremenda, entrar nas lojas e ir directo para o sector feminino e comprar as roupas que sempre gostei. Foi uma loucura, nunca tinha estado tão feliz num shoping, comprei de tudo, desde as cuequinhas, meias, lingerie, sandálias de salto, botas, vestidos, blusas, enfim tudo o que uma mulher têm direito... De seguida fui fazer a depilação completa, arranjei as unhas, sobrancelhas, fui comprar maquilhagem, uma bela peruca ruiva e fui para casa experimentar tudo... Fiquei um espanto, uma verdadeira mulher, linda, sexy, super confiante. Mas então ficou um vazio, um ... sentimento de tristeza arrebatador, estava toda produzida e não tinha ninguém para me ver, para me apreciar e para me elogiar... Mas como podia sair assim à rua? Afinal em Portugal toda a gente é muito preconceituosa... Bem, nada como beber uns copos, preparei umas caipirinhas e ao som de uma bela musica bebi, sentia-me bem, estava confiante então à noite decidi sair montada. Foi um sentimento de liberdade fantástico, senti que voava, toda a gente olhava para mim, muitos com preconceito, algumas com inveja, sim houve muitas mulheres que sentiram inveja, pelas roupas, pelo corpo, sei lá... Mas o melhor de tudo alguns com excitação, ouvi piropos, vi mulher batendo no namorado por ele estar a olhar cheio de tesão para mim, e claro provoquei um pouco, foi uma noite memorável. Foi a primeira vez que saí para a rua como realmente sou, senti-me maravilhosa e super feliz. Agora conto fazê-lo com regularidade e quem sabe arranjar um homem para me completar, para me elogiar e tratar como uma princesa no dia a dia e como uma verdadeira putinha na cama... Beijos a todos
«1»