1. No deposito com a estagiária


    Encontro: 05/06/2017, Categorias: Lésbicas, Autor: mamygarrido, Fonte: ContoErotico

    Trabalho em um escritório de advocacia onde existe muita formalidade e também muito tesão enrustido. Digo isso porque é comum eu perceber comentários pelos cantos de situações em que alguém viu ou ouviu algo referente a fulano pegou ciclano, a advogada tal deu pro cara tal, e assim a vida segue no escritório.Como sou atraente e modéstia a parte atraio muita gente pelo meu corpo, vejo algumas vezes minhas colegas de trabalho olhando meus peitos ou minha bunda, elas fazem comentários que beiram a ousadia, do tipo, você está linda com este vestido destacando seus seios. Foi num destes comentários que conheci a nova estagiária do escritório, uma morena linda que me chamou a atenção assim que vi passar em direção a máquina de cópias. Magra, mas não muito e bem definida, aparentava 22 anos. Me aproximei dela enquanto tirava cópias e me apresentei, evidente que para sentir sua reação.Ela me olhou com ar de surpresa e me disse seu nome, Juliana. Continuou a tirar cópias, mas não sem antes olhar meu decote e comentar, você é muito bonita. Na hora me deu um tesão naquela mulher, seu jeito de falar foi provocativo. Há muito tempo que não me excitava com uma mulher e ela teve o poder de acender o calor no meio de minhas pernas. Respondi obrigada, você é nova aqui? Ela respondeu que sim e que estava estagiando para o Dr. Marco. Levantou a cabeça e me encarou sorrindo, senti no ar um clima de sacanagem, então passei a mão no seu cabelo e tive vontade de beijá-la na hora, mas o lugar não ... permitia, peguei a mão dela com leveza e falei em seu ouvido. Preciso de mais papel, você pode pegar no estoque por favor? Eu já sabia que não haveria ninguém no estoque, era uma sala pequena e com pouco acesso. Em minutos eu estava lá dentro e vi a hora que a porta se abriu e a Juliana entrou sorrindo e me encarando, tranquei a porta por dentro e sem pensar me virei para ela e de leve toquei meus lábios no dela. Ela sabia muito bem conduzir a situação, tive vontade de agarra-la e arrancar nossas roupas, mas com toda calma ela segurou meus braços e disse, já tinha visto você há vários dias e estava difícil de aproximar, me beijou e enfiou sua língua macia e quente em minha boca em movimentos leves explorando minha língua, aquilo me deixou maluca, minhas pernas tremeram e senti o calor em minha buceta explodir em minha calcinha na forma de umidade quente. No abraço ela abriu parte do zíper do meu vestido deixando meu corpo seminu, eu arranquei o tailleur dela desabotoei sua camisa e surgiu um par de seios maravilhosos. Não me contive e comecei a beijar seu pescoço e desci até o bico do peito que estava duro, nossa como mamei naquela mulher, me lambuzei e já não tinha mais controle dos meus atos. Ela enfiou a mão dentro da minha calcinha de um jeito tão rápido que quase gozei ao sentir seu toque, e num movimento rápido ela abaixou meu vestido junto com minha calcinha me deixando nua só com meu sutiã e caiu de boca na minha xana, me afastei para buscar um apoio e me sentei na ...
«12»