1. De como perdi minhas Pregas com um Monstro (Conto com Vídeo)


    Encontro: 01/06/2017, Categorias: Anal Primeira vez Carnaval Pauzudo, Heterossexual, Autor: Karine (Secret Island), Fonte: CasadosContos

    Olá pessoal, . Resolvi contar isso pois o pau daquele cara não me sai da cabeça. Eu sempre fui meio avessa a sexo anal. Achava feio, sujo, animalesco, e sempre dava um jeito de tirar o meu (cuzinho) da reta, sempre que o cara que estava me pegando vinha com a estoria de querer comer um cu, e o meu estava mais perto, etc e tal. . Mas.. a vida tem dessas coisas né ?! Eu sou muito fraca pra bebida. Tento me controlar no número de doses, mas no carnaval fica difícil. . Num desses carnavais estava com minha prima e uma amiga na praia de Copacabana, altas horas da madrugada. Tínhamos saído em dois blocos diferentes e afastado todos os caras que se engraçavam com a gente. Nós só queríamos curtir, beber e sambar. . Me lembro vagamente (e o restante do meu relato me foi passado pela minha prima) que uns carinhas gentis vieram brincar conosco e não tentaram nos pegar, mas sim conversar e nos deram pra beber do que estavam bebendo. Já tínhamos tomado cada uma algumas cervejas e aquela bebida maravilhosa fez o temido efeito. . Acabamos na casa de um deles, e naturalmente nos beijando e transando com os rapazes. Eu estava com o dono da casa sozinha no quarto dele, e diz minha prima.. (eu não me lembro mas ela filmou) que me ouviu dizer: Come meu cuuuuu.. Come meu cuuuuu ! em altos brados e estranhou pois eu nunca havia dado o cu ... antes. . Ela veio até a porta do quarto e me viu de pé na cama com uma perna de cada lado do corpo do cara que tinha um pau quiloméeetrico. Era um monstro de cacete... E ainda por cima, bem grosso. Minha prima disse que ainda pensou em me tirar de cima dele para eu não cometer o 'cuicídio', mas ficou tarada pra ver se entraria. . Diz ela que eu fui me abaixando e encaixei a ponta do caralho no olho do meu cu e fui arriando a bunda. No início não entrava mas como eu tava sem muita força nas pernas, em razão da bebedeira, não consegui me levantar e afundei cada vez mais sobre ele terminando por vestir integralmente a pica do menino com meu pobre cuzinho. . Minha prima disse que notou visivelmente os ovos do rapaz se contraírem pois ele estava gozando sua lava branca dentro das minhas entranhas. Então eu consegui me levantar e desci da cama dizendo: Nunca mais vou dar meu fiofó.. Lá se foi um cu. . Mas.. isso faz já bastante tempo.. E juramento de bêbado num vale nada, né ? . Beijos doidinhos da Karine (Secret Island) E-mail: modfant@gmail.com . PS: Quem quiser ver o vídeo deste conto, deixa o email nos comentários junto com a nota que deu, ou me manda um email pedindo este conto com o vídeo (mas não pode esquecer de informar o nome deste conto no pedido por email, pois temos vários contos postados) para: modfant@gmail.com . .
«1»