1. No cinema com o Pauzudo


    Encontro: 28/05/2017, Categorias: Gays / Homossexual Gays / Homossexual pauzudo banheiro Oral cinema dominação, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Gaucho Curtição, Fonte: CasadosContos

    Dominado pelo Machão Então continuando... Entrei em contato com o altão do banheiro. Combinamos de ir em um cinema que passa filme pornô. Eu fiquei meio receoso, mas ele disse: -Cara, é bem simples, tu topou fazer o que eu mandasse, o cinema é escuro, tu vai me chupar até eu gozar enquanto eu assisto filme. Realmente achei bem simples a proposta, então fomos lá. Chegando lá haviam poucas pessoas no cinema e realmente era muito escuro, não dava para distinguir quase nada. Segui ele para ele escolher onde iria sentar. Sentei do lado e ele logo tirou o pauzão para fora e começou a se masturbar, peguei o pau dele e comecei a bater um para ele. Entao ele me segura pelos cabelos na nuca e puxa a minha cabeça para perto do pau dele, eu abro a boca, mas ele nao me coloca para chupar ele. Ele segura a minha cabeça perto do pau dele e aperta o pau para sair aquela babinha, entao ele passa a babinha na minha bochecha. Ai ele me mandou ajoelhar e ficar olhando para ele. Obedeci e ele com 1 mão se masturbava e a outra me segurava pela nuca e coloquei o pau dele na boca. O pau dele estava todo melecado de tanto tesão que ele estava. Comecei a chupar ele, ele me ... segurava pela pela cabeça com uma mão. Até que ele teve uma idéia é disse: -Agora tu vai me chupar no banheiro na frente de todo mundo. Aquele lugar era só putaria mesmo, então segui ele. Entramos no banheiro e do lado havia uma peça um pouco mãos escura com uns poucos velhos só, ali ele mandou eu me ajoelhar. Comecei a chupar ele, ele me dava uns tapas na cara, fazia eu parar de chupar o pau dele só para cuspir na minha boca e voltava a meter. Então depois de alguns minutos assim, ele disse: -Levanta e abaixa as calças. -Não cara, eu faço o que tu quiser, mas esse teu pau não vai dar. -Só mandei tu levantar e abaixar as calças. Fiz o que ele me mandou. -Agora baba bem o meu pau. Obedeci. -Vira de costas. -Cara, não vou conseguir dar pra ti. Virei de costas e ele tentou meter, mas não entrava, o pau dele era gigante. Então ele desistiu e me pôs a mamar de novo. Quando ele estava quase gozando ele disse: -Abre a boca e poe a lingua para fora. Então ele derramou jatos de porra na minha boca e na minha cara. Limpou o pau na minha bochecha e guardou o pau. Quando estávamos indo embora ele disse que na próxima queria ver eu beijando os pés dele e queria mijar em mim.
«1»