1. A Babazinha Tamires achou o Pau do Patrão muito grosso (Conto com Video)


    Encontro: 26/05/2017, Categorias: Anal, Cabelo curto, Lourinha, Tamires, babá, Empregada, patrão, Heterossexual, Autor: MOD (Secret Island), Fonte: CasadosContos

    Quando meus filhos ainda eram pequenos, minha mulher contratou uma babá bem novinha chamada Tamires. Era uma lourinha de Santa Catarina, com os cabelos bem curtinhos, e pra complicar minha vida, a moça tinha uma bundinha empinadinha que balançava dentro do vestido quando andava. . Minha mulher não se deu conta que ela juntou as 3 coisas que mais me dão tesão: mulher de cabelo curto, bundinha arrebitada e empregada doméstica. Estava armado o caldeirão do diabo. Eu tentei ao máximo me controlar e tratava Tamires com muito respeito e distância, mas com o passar dos meses ela foi deixando de ser tímida e conversava bastante comigo sobre sua vida e seus planos de se casar em breve com seu namorado. Chegou a me confidenciar que tinha medo de sexo anal e sabia que o namorado gostava e logo que casassem (ela ainda era virgem) ia pedir isso pra ela. . Disse-lhe que eu também adorava sexo anal e tinha desenvolvido uma técnica de comer um cuzinho sem doer, e que minhas ex-namoradas adoravam e sempre pediam repeteco. Só não lhe contei é que a minha esposa era totalmente avessa a qualquer tentativa de penetração do fiofó dela, mesmo que fosse só o dedinho. Já tinha 5 anos que eu não comia um cu pois não queria ser infiel a ela. Aquela babá fez ruir todo o meu castelo de fidelidade. . Uma noite acordei lá pelas 3 da manhã com vontade de tirar 'água do joelho' e fui no banheiro., Ao sair notei que a luz do abajur do quarto das crianças ainda estava aceso e fui lá para apagá-lo. Ao entrar ... no quarto me deparei com a babá dormindo peladinha no sofá cama, com a bundinha para cima. Meus filhos dormiam a sono solto cada um agarrado ao seu ursinho. Ainda tentei desviar o olhar, mas a tentação me dominou e acabei me sentando na borda da cama e apreciando as formas da babá. Resolvi acariciar de levinho aquela bundinha com a palma da minha mão. . Meu pau parecia querer explodir dentro do meu short de dormir. Com o carinho ela inconscientemente balançou a bundinha como se estivesse gostando. Fui ficando mais aventureiro e deslizei o dedo médio pela racha da bunda dela e me detive na região do ânus para sentir a temperatura do cuzinho da babá. Ela mexeu a bunda de novo. Então cuspi nos meus dedos com bastante saliva e passei de novo na racha da bundinha dela, desta vez tentando penetrar um dos dedos bem de levinho no cuzinho dela. Ela não esboçou reação. Enterrei mais um pouco e depois mais um tanto. Acabei com quase todo meu dedo médio alojado no cu da jovem. . Então ela girou o pescoço, abrindo os olhos e me fitou. Pensei que fosse dar um pulo da cama e brigar comigo, mas em vez disso, falou com a voz mais doce do mundo: . - Ôooo seu MOD, que que o senhor tá fazendo aí atrás em mim ? - Só um carinho.. - Hummmm. Tá gostoooso. Pensei que estivesse sonhando.. - Já deu essa bundinha alguma vez pra alguém ? - Nãaaao.. Sou viuge, seu MOD.. - Gostaria de me deixar te ensinar a dar seu cuzinho pra que você seja mais feliz no seu casamento ? - Ih seu MOD.. Eu sou virgem e vou ...
«12»