1. Menino,Boneca e Mulher, O Dia Seguinte


    Encontro: 25/05/2017, Categorias: Teens, Autor: debbiejes, Fonte: ContoEroticoComBr

    Regina e Marli, pouco depois voltaram para o quarto, ficando nós 2 a sós novamente, tomamos mais uma taça de vinho, nos beijamos muito e novamente me ajoelhei entre suas pernas e comecei a fazer outra chupetinha, logo que endureceu seu pau ele me deu sua mão e me ajudou a levantar do chão, me virou e lambeu meu cuzinho, comigo em pé na sua frente, me virou e escorregando no banco me fez sentar sobre seu pau, e me penetrou novamente. De joelhos sobre o banco e abraçada em seu pescoço, ele fazendo o movimento de sobe e desce, sentia muito prazer e dor misturados, acompanhados da sensação de estar nas nuvens com um longo beijo enquanto ele metia aquele pau duríssimo. Senti que ele penetrava até o fundo de mim, e, como não poderia deixar de ser, uivou ao gozar e senti aquele líquido quente me encher por dentro novamente. Ainda ficamos abraçados e nos beijando e ele fazendo um leve movimento de sobre e desce, por alguns minutos, me levantei e saí de cima dele, ele pegou minha calcinha e seu short e fomos para o banheiro da outra suite de casal. Diferente da 1ª vez, quando sentei no bidet e comecei a me lavar, percebi que além da porra do Rob, também pingava um pouco de sangue. Fiquei apavorada, mas Rob tentou me tranquilizar, dizendo que nas primeiras vezes e dependendo da posição isso era normal. Me pegou nos braços, me levou pra cama e carinhosamente beijou me cuzinho, dando lambidinhas para “sarar”. Apesar do meu cuzinho estar supersensível, aqueles beijos e lambidinhas me ... fizeram um grande alívio e me deixou reconfortada. Após alguns minutos, vesti a calcinha e dormimos, ele me abraçando por traz. No outro dia, acordei bem cedinho, por volta das 6, tomei banho, vesti a mesma lingerie, quando escutei o telefone tocar e minha irmã atender, falando por poucos minutos. Fui até a cozinha e começamos a conversar sobre o dia anterior e ela me disse que sabia que eu seria uma menina boneca, só não pensava que ia começar tão novinha. Contei pra ela tudo o que havia acontecido e se além de eu ter feito a chupetinha se eu também tinha transado com o Rob. A única coisa que ela fez foi reiterar pra eu ter cuidado, ser feliz, e me deu um super abraço. Me levou pra suite delas, encontrou outro conjuntinho de lingerie, branquinha, bem pequeninha da Marli que estava dormindo, ainda, nua, pra mim. Depois, me deu uma blusa de lycra tipo regata, que pra ela chegava no quadril e que para mim virou um vestidinho curto, verdinha. E me deu ainda um par de brincos de pressão. Pegou outro batom e voltamos de fininho pra cozinha. Já arrumadinha, pegamos a moto dela e fomos à padaria comprar pães, leite e frios. Nossos pais e os pais do Rob, deixaram contas pra gente na padaria, mercadinho e em dois quiósques. Uma coisa que eu sempre fazia era esconder o pênis na calcinha e sempre ficava bem discreto, parecia uma vulva de menina mesmo, mesmo não tendo muito pra esconder com aquela idade. Perto da padaria, havia uma lojinha de moda praia e que já estava aberta e aproveitamos ...
«12»