1. O Segredo de Fernanda - Parte 5


    Encontro: 24/05/2017, Categorias: Exibicionismo, naturismo, praia de nudismo, Nudismo, Incesto, Sobrinha, Cunhada, Traição / Corno, segredo, Bondage, SM, Sadomasoquismo, Fetiches, Heterossexual, Autor: R.R.Silva, Fonte: CasadosContos

    Conheci Marcelo quando a mais de quatro anos atrás quando eu tinha dezessete anos a semanas de completar dezoito ele já tinha dezenove anos e meus pais foram contra mas ele era um bom rapaz, pelo menos é o que parecia para todos, logo ele aprendeu que meu apelido era Fêfe, uma contração de Fernanda, meu nome de verdade, se eu pudesse escolher escolheria simplesmente “Fê” pois acho um simpático e delicado. Desde os primeiros dias de nosso namoro Marcelo sempre foi muito atirado, já no primeiro dia meteu a mão por debaixo da minha blusinha agarrando meus seios sem se importar se eu era maior ou menor de idade. Nessa época eu fazia aulas de direção particular para poder me habilitar, havia marcado a prova de direção para a semana que faria dezoito anos pois meu pai havia me prometido um carro, eu estava eufórica. Na minha família nunca fomos ricos e tão pouco numerosos, na minha casa moram Minha mãe, meu pai, minha irmã quatro anos mais nova que eu e eu. Tenho orgulho em dizer que sou a cara da minha mãe, ela é bem mais velha, lógico, mas acho-a muito linda pois tem os cabelos longos um corpo esguio, olhos castanhos profundos e uma pele branca como leite adoro a proporção quadril-cintura-seios dela, é perfeito. Meu pai é um homem grande e encorpado, sempre via meu pai sendo um cavalo com todas as pessoas exceto com as “três princesas” dele, é assim que eles nos chamavam, antes eu tinha inveja do tratamento que ele dava à minha irmã menor mas hoje percebo que quem tirava ... proveito do carinho dele em grande parte era minha mãe. O tempo passou e eu fiz dezoito anos, ganhei meu carro, tirei minha carta e o namoro com Marcelo parecia ótimo, meus pais não se preocupavam mais pois agora eu já não era uma menina e sim uma mulher, eu ainda não conseguia dormir fora de casa, era uma coisa que eu ainda estava trabalhando com minha família. Chegou então a hora de eu conhecer a família do Marcelo, ele morava em outro estado então nessa viagem eu teria que ir e dormir lá, fiquei eufórica com as possibilidades de dormir com meu namorado, transar como ele a noite toda, só de pensar minha pepequinha começava a piscar. Consegui convencer meus pais sobre a viagem, foi difícil mas tudo ficou mais fácil quando a irmã do Marcelo ligou para minha mãe dizendo que estaria lá para tomar conta de mim. Eu não sabia muita coisa sobre a irmã de Marcelo, ele havia me revelado o mínimo possível e eu simplesmente não entendia o porquê, parecia que ele tinha vergonha mas também um certo orgulho dela, não me mostrou nem uma foto antes de vela pessoalmente, sabia apenas que ela também se chamava “Ma”, um apelido carinhoso que eu chamava meu namorado. Minha tia Carla e seu namorado Fernando me levaram ao aeroporto, Fernando era um homem alto e atlético, tinha um olhar perdido e entediado mas que me fascinava, já minha tia Carla era linda demais, um corpo perfeito, um rosto perfeito, um cabelo perfeito isso me dava ódio de como uma pessoa podia ser tão linda. A Viagem de avião foi ...
«1234...»