1. Meu "Hétero" (17) - O Ataque Final!


    Encontro: 21/05/2017, Categorias: Choro, Música, casa, estacionamento, aula, Teens, Professor, Perseguição, Acidente, Conversa, Carro, Raiva, Beijo, Sequestro, namorados, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Leandi, Fonte: CasadosContos

    Olá meu polvo 🐙 Voltei. Me desculpem não ter publicado quarta, mas tive problemas. Final de semestre né, complicado. Está aí mais um capítulo, e espero que gostem. Mas antes... # Respondendo aos comentários: @rezinha27 - Muito Obrigado, tá aí o próximo 😘 -- @Cintia C - 😘 -- @FlaAngel - Obrigaduuu 😘😘 -- Então, Bora ver o que tem pra hoje? -- Capítulo 17 …………………… O ATAQUE FINAL! -- Peguei a chave e fui andando em direção ao estacionamento. Quando ia chegar perto do carro ouço uma buzina vir do lado de fora da faculdade. Olhei e vi que era um carro conhecido. PERA. É o Chico. O carro continuou buzinando e fui. Passei pela portaria e cumprimentei os seguranças. Fui até mais próximo ao carro que estava mais a frente de onde estavam os seguranças. Parei do lado da porta do carona e a porta foi destravada. Abri a porta e olhei pra dentro. - ENTRA AGORA. Eu - Não é o Chico? - Chico já é bola fora. Eu - O que você fez com o Chico, Gabriel? Biel - Não interessa o que eu fiz com ele, ENTRA! - E me apontou uma arma. Eu - Calma, Biel. Biel - Calma o caralho. ENTRA. Não entrei, ia correr, mas não sei como ele conseguiu me puxar e cai dentro do carro. Eu - SOCORROOOOOOO.. Biel deu partida cantando pneu, mesmo com a porta aberta. Eu - Me solta. Biel - Cala a boca. Você agora é meu. Meu. Meu. Meu. Eu - Você não está bem. Deixa eu sair. Biel - Não. Agora você é meu namorado, namorado meu. Meu. Meu. - Com a voz alterada. Eu - O que você tem? Bebeu? Usou algo? Biel - Tive que usar pra ter ... tomar coragem pra pegar você ser meu, meu, meu. - Embolando tudo que falava. Eu - ME DEIXA SAIR. Ele bateu com a arma na minha cabeça e me deu um soco forte que me fez desacordado. * Narrado por Pedro Estava sentado na cantina junto com o Gui esperando o Tavinho chegar com o dinheiro. De repente vem um segurança em nossa direção. Segurança - Senhor, bom dia. - Disse pra mim. Eu - Bom dia. Segurança - Você é que sempre chega com um menino de carro né? E por acaso ele foi lá no estacionamento agora? Eu - Foi sim, ele está até demorando. Segurança - Ele entrou num carro gritando. O carro foi embora em alta velocidade. Eu - O QUÊ? COMO ASSIM? - Comecei a entrar em desespero. Segurança - O chefe de segurança da faculdade já está fazendo os procedimentos, comunicando a polícia e vendo o que pode ser feito. Eu - O MEU TAVINHO, NÃO PODE ACONTECER NADA COM ELE. - E comecei a tremer e chorar. Gui - Pedro, calma. Eu - CALMA? O meu namorado acabou de ser sequestrado e você pede calma? Segurança - Ainda não foi confirmado sequestro. Eu - Mas é claro. Ele entrou gritando no carro por livre e espontânea vontade. Pode me informar como era o carro? Ele deu as informações do carro e logo liguei. Eu - O Chico? Esse é o carro do Chico, só pode ser. Peguei a bolsa do Tavinho que estava comigo e tirei o celular dele de lá. Desbloquiei (sei a senha) e liguei pro Chico. Chico - Oi, Guto. Eu - ONDE ESTÁ O TAVINHO? Chico - Ué, ele não está aí? Eu - Ele acabou de ser sequestrado com seu carro. Chico - ...
«1234...»