1. Conhecendo Um Dom


    Encontro: 10/05/2017, Categorias: Sadomasoquismo, Autor: lafemme, Fonte: ContoErotico

    I - Conhecendo Um Dom- Bem, para mim chega! Me nego a ler mais uma única linha antes de parar para comer alguma coisa. E aí pessoal, mais alguém se anima?Das oito pessoas na redação àquela hora não se podia esperar muito. A galera animada já tinha saído há muito.- Ah, Karla, não me leve a mal, meu bem, mas isso não é hora! Estamos super atrasados para o fechamento! Respondeu Lui.- Pode até ser... Mas eu vou comer algo, tomar um café e fumar um cigarro! Estou pregada, vou dormir em cima da máquina em breve!Se perguntarem por mim, estou na 24h na rua ao lado!- OK baby, cuidado!Sorri para Lui e saí.Melhor sair que dormir! Sempre.Peguei o elevador, arrumei o cabelo, óbvio, dei uma ajeitada na roupa - ok- não há muito para se fazer é claro, saí do prédio.A rua, como sempre, estava deserta. Mas a 24h lotada! Tive que abrir caminho para chegar ao balcão.- Olá Marcelo, por favor, um café forte, um pão de queijo e ah! traga guaraná para injetar! Rs- Noite difícil, hem Karla!- Nem me lembre, meu amigo! Fiz uma pausa, mas tem trabalho para virar a noite!- Já está saindo! Me dê alguns minutos que vou passar um café novo para você. Do jeito que gosta!- Marcelo, você é o cara!Sorri para ele e fiquei tambolirando os dedos e olhando em volta enquanto aguardava. Nisso meus olhos passam por um homem. Alto, bem feito, sozinho e sem aliança! Na hora penso, que beleza Karla, e você trabalhando. Como o destino é injusto!Volto a ficar de frente para o balcão, desanimada, evidente! Até ouvir aquela ... voz! E que voz! Como um cara boa pinta e sozinho tinha o direito de ainda ter uma voz como aquela? Sim, o destino é um cara muito, muito sem graça.- Boa noite, notei que está sozinha. Poderia me sentar para conversar?Mas que palhaçada é essa Sr. Destino? Pode ir parando!- Claro! Porque não? Me chamo Karla, muito prazer! Você é?Extendo a mão para o homem-misterioso-dos-sonhos-de-toda-mulher.- Prazer Karla, sou o Marcos.Pegou a minha mão e depositou um beijo na palma. Sim! Na palma. Ai aí...- Então, Marcos. Sozinho às 2h da manhã numa noite de quinta em um pub no Centro. Está perdido?Marcos, com cabelos castanhos escuros, grisalho nas têmporas, olhos castanhos, pele muito clara, abre um sorriso de dentes muito brancos e diz:- Na verdade com insônia! Sem rumo, resolvi parar e procurar por uma companhia interessante.Ok. Sr. Destino. Qual a parte do "pode parar" foi de difícil compreensão? Agora já virou sacanagem. ou falta dela.- Poxa! Que pena! Sinto pela sua insônia, mas não pela companhia.Meu Deus! O que deu em mim?????? Era uma pausa para um café e não um flerte inconsequente. Mas foi ele que começou!Novamente me brinda com o sorriso enviesado.- Eu não sinto! Foi ótimo encontrar você. Mas não me disse o porquê de estar perdida por aqui.- Isso é porque eu não estou perdida! E sim trabalhando. Isso é apenas uma pausa para não dormir.Embora já estivesse completamente desperta!- Jura? Trabalho a essa hora? E no que tão bela dama se empenha tanto?E lá estava o bendito sorriso. Ah ...
«1234...»