1. Pensando Nele... E Gozando Muito 3


    Encontro: 21/04/2017, Categorias: Transa, Fantasma, morto, aparição, Necrofilia, Masturbação, Heterossexual, Autor: Princess Mary, Fonte: CasadosContos

    Letícia voltou para a cama, despiu a camisola e a minúscula calcinha de renda, já ensopada com seu suco. Tinha os seios fartos, de bicos arrebitados, cintura fina e uma bela bunda. Começou a deslizar o consolo pelo corpo, pensando em como o destino pode às vezes ser injusto e cruel. - Ai, David, que merda... - murmurou. Por que você tinha de morrer ? Eu queria tanto você... Que merda... Letícia passava a língua sensualmente pelo consolo, chupava a cabeça, depois o passava nos seios, descia até chegar em sua linda e apertada bucetinha, sempre chamando por David. De repente sentiu alguém respirando no seu pescoço, um corpo quente e macio se esfregando no seu, mãos ávidas apertando suas tetas, um volume contra sua bunda... Ela não se assustou porque pensou que estava dentro de um sonho. Virou a cabeça e viu David a sorrir para ela, mais lindo que na foto... - Você... Você veio? - ela perguntou. - Você não me chamou ? - ele respondeu. - Pois eu voltei... Também fiquei doido pra comer você bem comida, gata... - Mas, mas você não está morto? Ele sorria de um jeito maroto, ela sentia sua respiração, via aqueles lindos olhos azuis cintilando. -Morto, eu? - ele riu. Letícia não quis pensar em mais nada e o puxou para si, e começaram um beijo delicioso e molhado, ela enfiando os dedos entre os cabelos dele, ele jogando todo o peso de seu corpo em cima dela... Se aquilo era um sonho, Letícia não queria acordar... Ele estava nu, como ela, e Letícia viu que seu pênis ereto era maior que o ... consolo. - Gostou ? - ele perguntou , mostrando o pau para ela. - Muito... - respondeu Letícia cada vez mais excitada. - Estou doida pra sentir ele dentro de mim... David sorriu e começou a mamar em suas tetas de um jeito delicioso, fazendo Letícia quase subir pelas paredes... No entanto não podiam fazer barulho, porque sua família dormia ao lado... - Que tetas lindas você tem... - disse David. - Bem durinhas.. Você é toda do jeito que eu gosto... - Sério? - Sério... - e abriu as pernas dela. - Olha que bucetinha mais linda... Aquelas palavras deixaram Letícia ainda mais molhada. David enfiou a cabeça no meio das pernas dela, dando início a um sexo oral como ela nunca experimentara, passando a língua em círculos pelo seu clitoris, bem devagar, até Letícia explodir em gozo, os dentes cerrados para não fazer barulho... Ela começou a chupar o pau dele avidamente, passando a língua da glande até o saco. David se contorcia e gemia baixinho. - Quero gozar dentro da sua buceta, gata. - falou. Letícia sentou nele e foi sentindo aquele mastro invadi-la, as ondas de prazer subindo e descendo em seu corpo, as estocadas cada vez mais fundas... - Puta que pariu, que buceta gostosa... - dizia David fazendo o movimento de vai e vem enquanto a segurava pela bunda. - Aperta o meu caralho, assim... Cavalga... Aaaahhhhh estou gozando... Letícia sentiu o leite dele se espalhar dentro dela, deliciada... Ficaram abraçados no silêncio da madrugada, Letícia aninhada no peito forte de David. Sua mão ...
«12»