1. Os Contos de Dom Yago


    Encontro: 20/04/2017, Categorias: Sadomasoquismo, Autor: domyago13, Fonte: ContoEroticoComBr

    As aventuras de Dom Yago Prólogo Primeiramente gostaria de me apresentar para que vocês possam formar uma imagem de seu Senhor! Sou branco, 1,80 de altura, magro falso, cabelos compridos até o meio das costas (normalmente uso uma trança), barba média (pra grande), algumas tatuagens espalhadas pelo corpo, um pau de 19cm e grosso e bissexual ativo. Tenho 38 anos e conheci o mundo BDSM aos 18 anos o que atualmente me faz dono de uma bagagem digna de relatos o que venho aqui fazer! E como além de Dom eu também sou escritor venho aqui relatar minha história e para que não fique espaço para a imaginação irei relatar desde o inicio. Irei lhes contar como conheci o mundo BDSM e as suas infinitas possibilidades de se ter e entregar prazer. Agora que já falei como sou vou começar o meu relato e espero que gostem e gozem muito. Cap. 01 Valkiria (ou Como tudo começou) Domingo 04 Setembro de 1988 Eram 8:30 da manhã daquele domingo fatídico, eu acordando com porradas na porta e com um ressaca do sábado regado a sexo drogas e muito Raul Seixas. Me levanto ainda grogue da chapação e vou ver quem esta me chamando naquela hora da madrugada. Abro a porta e dou de cara com meu irmão mais velho Ygor me contando um fato que iria me tirar do chão. Meu pai e minha mãe haviam morrido na noite anterior em um acidente de carro! Na hora eu simplesmente senti minhas pernas fraquejarem e fui me sentando no chão e meu irmão ali como sempre sendo muito pratico e direto me dizendo que eu teria de ficar ... calmo pois o choque da batida havia sido tão forte que os dois haviam morrido no mesmo instante que não sentiram nada quando o carro em que eles estavam foram carbonizados. Ao ouvir isso senti um desespero gigante por imaginar a cena de meus amados pais presos em meio as chamas dentro do carro todo amassado, meu coração parecia que ia parar e meu choro correu solto. Me peguei pensando em como eu havia sido um filho ruim e em como eu havia perdido varias chances que os dois me deram! O choque e a dor que a noticia me causaram foram tanta que eu senti meu braço começar a formigar minha boca seca e uma dor terrível em meu peito. Eu tive um ataque cardíaco (claro que o uso constante de varias substancias licitas e ilícitas favoreceram! Rsrsrsrs)! Domingo 11 de setembro de 1988 Após uma semana fora do ar eu acordei em um hospital e recebi a noticia do que havia acontecido comigo. Estava sob efeito de calmantes e por isso consegui aceitar melhor o fato de que meus pais haviam morrido e pude escutar meu irmão me explicando que eu teria de ser responsável agora que nossos pais haviam partido e que o dinheiro que eu recebia deles não iria mais chegar pois os mesmo estavam quase falidos por investimentos que fizeram nas empresas erradas e que o único bem que possuíamos era a nossa fazenda (que meu pai havia transferido em vida para mim e meu irmão como que já prevendo alguma coisa) e me disse que nós dois deveríamos nos mudar pro interior de MG para tomar conta da mesma já que não havia ...
«1234»