1. Escravo Adolescente 4


    Encontro: 14/04/2017, Categorias: Sadomasoquismo, Autor: gabrielmarques, Fonte: ContoErotico

    Oi, meu nome é Gabriel e esta é a continuação do meu conto Escravo Adolescente. Aconselho quem não leu os contos anteriores a ler pra entender este. Este é o conto em que relato como fui escravizado e feminilizado por um homem de 55 anos. Tenho 18 anos, 170cm, branco, magro, 14cm, cabelo castanho escuro e liso.Continuando, ele tava mijando na minha boca, quando terminou, eu sequei e ele ficou deitado assistindo. Fui lavar a louça e bebi água escondido dele pra tirar o gosto de mijo da boca.Voltei ao quarto, me sentei na cadeira do PC e fiquei assistindo com ele. Enquanto ele estava deitado assistindo eu fiquei imaginando o que aconteceria naquela noite. Não havia nada de novo pra ele fazer comigo, até seu mijo eu tinha tomado, o que se passava na cabeça dele?Quando acabou o programa ele levantou e me chamou:- Ei, pega o iogurte que está na geladeira e vem pra cá.Quando voltei ele tinha uma seringa grande na mão, e eu fiquei pensando "Ele vai me dar uma injeção? Será que é uma droga?", mas ele só pegou o iogurte da minha mão e disse:- Agora tira a roupa e deita de bunda pra cima.- Por favor senhor, nã...- PORRA MENINA, deixa de choro e faz o que eu digo!- Sim senhor...- Agora presta atenção, eu vou colocar esse iogurte na sua bunda com a seringa, não vai doer muito, mas você não pode pôr pra fora entendeu?- Sim senhorO alívio era grande. Iogurte? Foda-se, eu achava que ele ia me injetar drogas ou alguma doença! Eu era adolescente, era o que meus pais me diziam!Ele enfiou a ... seringa no meu cu e colocou todo o iogurte lá dentro, e como ele disse, eu segurei tudo. Achei desconfortável, gelado e o instindo era de expelir tudo. Depois ele voltou com um consolo e me disse que era pra prender melhor. Enfiou o consolo na minha bunda e disse:- Pronto, estou cansado, agora vamos dormir.Caralho, dormir com a bunda cheia de iogurte e com um consolo ainda!Eu estava afastado dele na cama, entãoele disse:- Vem aqui, fica de conchinha.E ficou me encoxando, respirando no meu pescoço e falando bobagem no meu ouvido.Não demorei muito, realmente estava cansado e dormi.Acordei sem ar e com o nariz doendo. Ele estava apertando meu nariz e empurrando o pau até o final. Quando viu que eu acordei ele riu e disse:- Bom dia cadelinha.- Bom dia senhor.- Vem aqui, beija meus pés e diz "bom dia" de novo.Beijei e disse:- Bom dia senhor Luiz.- Ótimo, agora vem aqui chupar meu pau que acordou animado. Isso, agora puxar bastante ar.Já imaginando o que era eu puxei. Ele enfiou o pau na minha garganta e segurou lá. Não sei quanto tempo passou, provavelmente apenas alguns segundos, mas vi a minha morte alí.- Hahahahaha muito bem! Foram 10 segundos, eu sei que você pode aguentar mais se a gente treinar. Agora termina o serviço.Eu o chupei até ele gozar na minha boca. Ele foi ao banheiro e de lá eu escutei:- Ei, vem cá!Quando me levantei pra andar senti o consolo seco na minha bunda, tava doendo bastante. Cheguei lá e vi uma bacia dentro do box.- Se agacha aí, tira o consolo e solta o ...
«123»