1. O Segredo de Fernanda - Parte 11


    Encontro: 13/04/2017, Categorias: lesbicas, Sadomasoquismo, SM, Bondage, segredo, Traição / Corno, Cunhada, Sobrinha, Incesto, Nudismo, praia de nudismo, naturismo, Exibicionismo, Fetiches, Heterossexual, Autor: R.R.Silva, Fonte: CasadosContos

    Uma semana se passou desde o sexo louco com Luciana e Carla, eu estava visivelmente apaixonado por Luciana, seu jeito meio malévolo, seus segredos e tudo mais me fizeram ficar caidinho por ela. A Uma semana eu não via Luciana nem Fernanda, fiquei entediado na academia e todos os dias da semana transei com Carla de maneira feral, bati nela, comi seu cu e gozei em seu rosto, eu precisava de uma fêmea diferente, precisava sentir aquele cheiro doce novamente. Felizmente era o dia do meu aniversário, esse tempo todo Fernanda não me respondia as mensagens ou retornava minhas ligações, mas eu tinha um contato limitado através da Carla, segundo a própria Carla eu iria ganhar um bolinho e uns amigos iriam lá para conversarmos. No fim da tarde saí da academia para ir para casa, Carla me mandou uma lista de compras para que levar, fui ao mercado e estava cheio, levei mais de uma hora para comprar tudo e ir pra casa. Quando cheguei, abri o portão automático e entrei com meu carro, a porta da Sala estava trancada por dentro. Bati e em alguns instante Carla veio abrir. - Oi Amor – Pulou e me abraçou. Carla estava com uma calcinha e um sutiã preto rendado, usava um sapato de salto alto na cor preta, luvas da mesma cor e uma coleira de couro preta com a letra “F”. Meu pau subiu na hora, eu queria jogar ela no chão e comê-la de quatro ali mesmo, mas ela me empurrou - Vai tomar seu banho amor, depois a gente brinca. Achei engraçado e resolvi nem perguntar, fui tomar banho com um sorriso nos ... lábios, me vesti com uma calça Jeans e uma camiseta e desci, quando cheguei lá embaixo Carla estava sentada no sofá conversando com Fernanda, ambas vestidas do mesmo jeito, ou melhor, mesmo jeito, como se fosse um uniforme, me aproximei de Fernanda e vi seu sorriso matador, ela me deu um beijo de língua demorado e senti meu pau humedecer. - Oi, tira essa roupa, por favor. – Fernanda me ordenou e foi até a cozinha. Tirei minha roupa e fiquei olhando a bunda de Fernanda que se esticava para pegar algo no alto do armário. Carla ligou a música no em um volume bem alto. Uma musica que eu não costumava ouvir, um “Dance music”, olhei para ela e ela estava dançando, os peitos perfeitos balançando levemente, a barriga sarada brilhando e as coxas se mexendo com perfeição, me aproximei de pau duro e ela pegou no meu pau, punhetou umas quatro vezes e riu, voltando a dançar de costas pra mim. Agarrei-a e comecei a beijar sua nuca, seu pescoço e enfiei o pau no meio de suas nádegas, ela inclinou a cabeça para trás e disse. - Você vai gostar do seu presente meu amor. - Tem mais preste? – Eu perguntei brincando - Claro que tem! – Carla respondeu sorrindo Fernanda chegou e me abraçou por trás - Você dançando e ouvindo algo que não seja Rock’nd Roll, que raridade ein! Me virei e agarrei ela, seus peitos grandes e levemente caídos se esmagaram conta meu peito, senti o calor Macio. Fernanda então se afastou dançando sensualmente e agarrou os próprios seios, passou as mãos pelo corpo, colocou a mão ...
«1234...7»