1. Sete Formas de Medo | Cap. 34


    Encontro: 31/03/2017, Categorias: negro, carinhoso, Carinho, Paixão Secreta, soldado, militar, trauma, guerra, memória, Ruivo, MACHO, suspensa, Sexo, Mistério, Drama, Paixão, Amor, proibido, segredo, mudança, Vida, Romance, homem, Beijo, aeroporto, Série, chefe, Amizade, EUA, Namoro, Erotismo, romantismo, barba, herói, Morte, apartamento, Empresa, advogado, Traição / Corno, fofo, Detetive, Oral, Príncipe, médico, Sexo a três, Piscina, iate, Festa, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Max ♍, Fonte: CasadosContos

    capítulo trinta e quatro | PEGASUS O fim de semana na casa de Luke tinha sido maravilhoso. Era como se algo tivesse se acendido dentro de mim. Como se uma luz tivesse sido acesa dentro de mim. Foi bom desabafar. Foi bom contar para Ralf e Derek o que tinha acontecido entre meu pai e eu na noite anterior á sua morte. Foi a última noite que passamos juntos, a última noite em que estivemos juntos. Não foi como pai e filho. Foi algo mais e eu me arrependo. Estava pronto para essa nova fase da minha vida. De uma certa forma eu sentia que tinha sido recompensado pelo universo por todas as merdas que eu passei. Eu não tinha só um, mas dois homens. Ralf e Derek. No inicio nós pensamos que continuaríamos no apartamento alugado, mas percebemos que não havia motivo para esperar. Na segunda feira Ralf, Derek e eu procuramos por um lugar para morar. Teria que ser um lugar grande, bonito e que ficasse no centro. Na verdade nós procuramos por três dias e na quarta feira nós encontramos a casa certa. Ficava em um bairro no centro. Era uma casa grande e bonita. Tinha piscina e era próximo de tudo. A casa é mobiliada e fica em um bairro perfeito. Valeu cada centavo. 1,7 milhão aos quais eu paguei com um cheque. Derek tinha conseguido arranjar um emprego. Não foi difícil. As pessoas tinham muito respeito por soldados que voltavam da guerra e Derek conseguiu em emprego como mecânico. Na verdade ele era muito bom nisso. Ralf por sua vez estava trabalhando como segurança em uma boate. Eu pro ... outro lado decidi voltar ao meu trabalho no TripAdvisor. Sinceramente é um ótimo trabalho. É o trabalho ideal. Derek e Ralf nunca ficarão sozinhos quando eu fizer longas viagens porque eles tem um ao outro. Depois de uma conversa com a gerente do TripAdvisor ela me deu tem tempo. Minha primeira viagem seria em um mês. Até lá eu iria aproveitar esse tempo para colocar as coisas da minha vida em ordem. O primeiro passo era visitar Gray em Los Angeles. Em seguida eu iria visitar Christopher em Chicago. Eu não ligava mais para as lembranças. Eu só queria seguir com minha vida. Estava satisfeito com as lembranças que eu tinha. As filmagens que Jeremy me entregou ainda estavam comigo. Eu ainda não tinha criado coragem para ir até a delegacia e entrega-las. Acho que estava adiando. Agora que nós tínhamos comprado a casa nós estávamos tínhamos nos mudado. Minha viagem para Los Angeles era na sexta feira ao meio dia. Como Ralf, Derek e eu estávamos em um relacionamento nós decidimos que eu iria sozinho. Eu não estava preparado para contar para Gray o tipo de relacionamento que eu tinha com Ralf e Derek e eu não queria escolher apenas um dos dois então todos nós concordamos que apenas eu deveria ir. Era quinta-feira a noite. Ralf e Derek estavam terminando de fazer o primeiro jantar para comemorar a nova casa. Na verdade era Derek que estava fazendo o jantar. Ralf não era muito bom na cozinha. Ele apenas dividia uma cerveja com Derek e fazia companhia enquanto no andar de cima eu arrumava ...
«1234...10»